• TURISMO - BACHARELADO
  • CALENDÁRIO
NOME DO CURSO TURISMO NÍVEL GRADUAÇÃO GRAU BACHARELADO INICIO DO CURSO 08/2001 CONCEITO DO CURSO ENADE:5 CEE/AM:4 PERIODICIDADE SEMESTRAL INTEGRALIZAÇÃO 8 PERÍODOS
SELECIONE O MUNICÍPIO
UNIDADE ESCOLA SUPERIOR DE ARTES E TURISMO
TURNO VESPERTINO MODALIDADE PRESENCIAL NÚMERO DE CRÉDITOS 143 CARGA HORÁRIA MÍNIMA 2730 EM EXTINÇÃO? NÃO PARFOR? NÃO CÓDIGO DO INEP
TURNO VESPERTINO MODALIDADE PRESENCIAL NÚMERO DE CRÉDITOS 169 CARGA HORÁRIA MÍNIMA 3140 EM EXTINÇÃO? NÃO PARFOR? NÃO CÓDIGO DO INEP
TURNO NOTURNO MODALIDADE PRESENCIAL NÚMERO DE CRÉDITOS 143 CARGA HORÁRIA MÍNIMA 2730 EM EXTINÇÃO? NÃO PARFOR? NÃO CÓDIGO DO INEP
  • Periódicos da CAPES
  • Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior

APRESENTAÇÃO

SOBRE O CURSO O curso de graduação em Turismo, na modalidade bacharelado tem por objetivo precípuo formar o Turismólogo para atuar no planejamento, gestão e pesquisa na área de turismo, partindo da concepção de que a atividade turística é um fenômeno econômico, social e ambiental de grandes proporções e relevância em nível local, regional, nacional e mundial.
ÁREAS DE ATUAÇÃO Dentre as competências que lhe serão asseguradas o graduado em Turismo pela UEA, poderá atuar, como:

a) planejador ou como gestor, ou ainda como membro em de uma equipe multidisciplinar de projetos turísticos e afins, em consonância com as demandas mundiais, nacionais e regionais consonância com as demandas mundiais, nacionais e regionais;

b) consultor nos estudos de viabilidade de projetos e empreendimentos turísticos, alem do mercado turístico de maneira geral;

c) pesquisador nos estudos sobre mercado turístico e afins, alem das relações intrínsecas ao fenômeno turístico e suas conseqüências;

d) como gestor de empreendimentos turísticos e afins, especificamente nas áreas de agenciamento, hotelaria, transportes, alimentos e bebidas e eventos.

PERFIL DO PROFISSIONAL Bacharel em Turismo formado pela UEA, ao integralizar os componentes curriculares do Curso deverá está capacitado para compreender as questões científicas, técnicas, sociais, econômicas e culturais, relacionadas com o mercado turístico, sua expansão e seu gerenciamento, observados os níveis graduais do processo de tomada de decisão, apresentando flexibilidade intelectual e adaptabilidade contextualizada no trato de situações diversas, presentes ou emergentes, nos vários segmentos do campo de atuação profissional, apresentando as seguintes competências e habilidades:

a) compreensão das políticas nacionais e regionais sobre turismo;

b) utilização de metodologia adequada para o planejamento das ações turísticas, abrangendo projetos, planos, programas, com os eventos locais, regionais, nacionais e internacionais, sobretudo na elaboração dos planos municipais e estaduais de turismo;

c) domínio das técnicas indispensáveis ao planejamento e à operacionalização do Inventário Turístico, detectando áreas de novos negócios e de novos campos turísticos e de permutas culturais;

d) domínio e técnicas de planejamento e operacionalização de estudos de viabilidade econômico-financeira para os empreendimentos e projetos turísticos;

e) adequada aplicação da legislação pertinente;

f) classificação, sobre critérios prévios e adequados, de estabelecimentos prestadores de serviços turísticos, incluindo meios de hospedagens, transportadoras, agências de turismo, empresas promotoras de eventos e outras áreas, postas com segurança à disposição do mercado turístico e de sua expansão;

g) comunicação interpessoal, intercultural e expressão correta e precisa sobre aspectos técnicos específicos e da interpretação da realidade das organizações e dos traços culturais de cada comunidade ou segmento social;

h) utilização de recursos turísticos como forma de educar, orientar, assessorar, planejar e administrar a satisfação das necessidades dos turistas e das empresas, instituições públicas ou privadas, e dos demais segmentos populacionais;

i) integração nas ações de equipes interdisciplinares e multidisciplinares interagindo criativamente face aos diferentes contextos organizacionais, com humanismo, simplicidade, segurança, empatia e ética;

j) domínios de técnicas relacionadas com a seleção e avaliação de informações geográficas, históricas, artísticas, esportivas, recreativas e de entretenimento, folclóricas artesanais, gastronômicas, religiosas e outros traços culturais, como diversas formas de manifestação da comunidade humana.

SITUAÇÃO LEGAL ATO DE CRIAÇÃO: Decreto nº 21.963, de 27/06/2001, publicada no DOE em 27/06/2001.

ATO DE RECONHECIMENTO: Resolução nº 118/2008-CEE/AM, DE 11/11/2008, publicada no DOE DE 15/12/2008.

COORDENAÇÃO
NOME E-MAIL CARGO FONE FAX
SUSY RODRIGUES SIMONETTI SSIMONETTI@UEA.EDU.BR COORDENADORA (092) 3878-4421 (092) 3878-4407